Em setembro, região atinge a marca de 100 mortes por Covid

No mês de setembro os 15 municípios da região juntos alcançaram a assustadora marca de 100 mortes por coronavírus. Muitas outras vieram depois e no boletim da última sexta-feira, a região contabilizava 215 mortes por corona

Região

Um caso policial antigo voltou a ser notícia em 2020, quando teve mais uma reviravolta no caso de Ivonete Mezzari Genuino. A promotoria de justiça pediu a absolvição do policial Jaques Douglas de Oliveira e a impronúncia do delegado Jorge Giraldi. Ivonete foi assassinada a tiros em fevereiro de 2012 em Araranguá.  Ela tinha uma filha com o delegado, que foi acusado pelo crime.

O feriado de 7 de setembro foi silencioso, sem tambores, hino nacional e desfiles. Tudo cancelado pela pandemia do novo coronavírus. Porém, nas praias o movimento foi intenso, dando mostras de que a população estava relaxando na prevenção e que o pior ainda poderia vir. E veio pouco depois.

No feriado da independência, uma mulher de 42 anos foi assassinada a facadas no bairro Lagoão, em Araranguá. O filho dela, de 11 anos, estava em casa com a mãe quando ela foi morta pelo companheiro.

O dia 10 de setembro foi violento no extremo-sul de Santa Catarina. Pela manhã, a tragédia atingiu uma família moradora do Balneário Arroio do Silva. Antônio Carlos da Silva de 61 anos, matou a tiros a ex-mulher, Maria de Fátima dos Santos 59, e depois se matou. O crime foi cometido na casa dela, na presença da filha do casal, de 30 anos.

À noite mais um casal foi desfeito pela violência. Bandidos entraram em uma residência em Passo de Torres, assassinaram o homem e atiraram também na mulher, que sobreviveu, mas ficou em estado grave.

Um grave acidente registrado no dia 11, provocou à morte, seis dias depois, de um jovem de 19 anos. João Paulo Emerim estava de moto quando se envolveu em uma colisão e foi parar embaixo de um caminhão. A tragédia aconteceu em Jacinto Machado.

Mais de um ano depois do ocorrido, a Polícia Civil confirmou que o envenenamento de professores em uma escola municipal de São João do Sul, foi intencional e provocado por um agrotóxico chamado Furadan. O caso aconteceu em maio de 2019, quando professoras apresentaram sintomas de intoxicação depois de tomar café. O resultado do laudo somente foi divulgado ano passado.

Em Maracajá, Maico Antônio Rezende de 30 anos, foi morto no bairro São Cristóvão. Ele não gostou quando um rapaz foi a sua casa cobrar uma dívida do seu enteado. Maico foi atrás do cobrador e acabou esfaqueado e morto.

Susto e preocupação. No mês de setembro, os 15 municípios da região juntos alcançaram a assustadora marca de 100 mortes por coronavírus. Muitas outras vieram depois.

A pesquisadora sombriense Cristiane Garcia Teixeira, doutoranda do Programa de Pós-Graduação em História da UFSC, a Universidade Federal de Santa Catarina, virou notícia nacional. Ela anunciou a descoberta de que uma biografia de Dom Pedro II, publicada em uma revista em 1859, teria sido escrita por Machado de Texto. O texto já era conhecido, porém, não é assinado e Cristiane foi a primeira a apontar a autoria como sendo o maior escritor brasileiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui