Jovem morre em um acidente envolvendo moto e trator em Meleiro

Meleiro

 

Um acidente de trânsito foi registrado na manhã desta sexta-feira, dia 31, na rodovia que liga Meleiro a Turvo, próximo a entrada para a comunidade de Sanga Grande, em Meleiro, e tirou a vida de um jovem de 18 anos.

O rapaz dirigia uma motocicleta Honda XRE 300, sentido Turvo/Meleiro, e bateu atrás de um trator que transportava um chupa cabras, um equipamento usado para semear e colocar fertilizante e defensivos no arroz.

O trator estava sendo dirigido por um senhor de 56 anos, que ficou em estado de choque e foi conduzido por populares para atendimento no Hospital São Judas Tadeu, de Meleiro.

A ocorrência foi atendida pela Polícia Rodoviária Estadual, com apoio da Polícia Militar de Meleiro e Turvo.

O IML (Instituto Médico Legal) de Araranguá recolheu o corpo do jovem.

Este foi o quarto acidente com morte esta semana na Região.

Na manhã de quinta-feira, dia 30, uma mulher de 47 anos perdeu a vida após ser atropelada na Estrada Geral de Timbopeba, em São João do Sul.

Ela estava com uma bicicleta transitando na direção da comunidade de Timbopeba, onde morava. Por volta das 7h30min, ao descer da bicicleta em uma área de elevação do terreno, a mulher foi atingida por um automóvel Polo que seguia na mesma direção, e veio a óbito no local.

No dia anterior, a Região já havia registrado um óbito por atropelamento. A fatalidade ocorreu no início da noite de quarta-feira, dia 29, na rodovia SC-285, na comunidade do Soares, em Ermo. A vítima fatal foi um jovem de 21 anos, morador de Ermo, ele conduzia uma motocicleta, que bateu em uma árvore.

Na madrugada de segunda-feira, dia 27, um bebê, menino, de um ano e oito meses, morreu afogado no Rio Araranguá. A fatalidade ocorreu após o carro que a mãe do bebê dirigia, e onde ele estava, cair no rio, na localidade de Barra Velha, entre Içara e Araranguá.

Mãe, filho e um amigo da mãe seguiam em um Gol, de Barra Velha para Ilhas, costeando o Rio Araranguá e como tinha uma árvore trancando a passagem, a motorista, de 20 anos, ao desviar, optou por entrar um pouco com o carro dentro do rio para passar, momento em que afundou. Ela e o amigo, de 18 anos, conseguiram sair, mas não conseguiram salvar a vida do bebê, que ficou preso no cinto de segurança.

A mãe da criança foi autuada e presa em flagrante por homicídio culposo de trânsito, qualificado pela embriaguez e por dirigir veículo sem CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui