Túmulos do cemitério de Sombrio são depredados

Restos mortais ficam expostos, mostrando o cúmulo do desrespeito dos criminosos. Todos os arredores do local são fechados apenas com cercas baixas, sendo fácil o acesso


Sombrio

Na última semana, moradores de Sombrio chamaram o Jornal Correio do Sul para denunciar uma série de atos de vandalismo que está ocorrendo nos túmulos do cemitério municipal. Vários túmulos estão sendo violados, tendo as tampas de concreto quebradas, cobrindo caixões e corpos de entulhos.

O fato foi denunciado por Jair Sulivan Ramos, morador de Sombrio que teria recebido a informação que o túmulo de seu pai estava com a tampa de concreto quebrada. Então, ele foi até o local averiguar a situação e chegando aos fundos do cemitério, onde seu pai está enterrado, constatou que além do túmulo da família, outras várias sepulturas estavam na mesma situação.

“Eu acredito que se trata de vandalismo, pois já se sabe que durante a noite muitas pessoas vêm aqui para o cemitério fazer bagunça, e três pessoas em cima de um túmulo é certo que a tampa de concreto quebraria”, diz.

Jair também percebeu entulhos, restos de plantas e pedaços de materiais do cemitério cobrindo alguns dos túmulos quebrados, e que quando são destapados, revelam que restos mortais estão expostos, mostrando o cúmulo do desrespeito dos criminosos. “No caso dos entulhos, acredito que são pessoas que tentam tapar um pouco para não aparecer os restos mortais das pessoas que estão enterradas ou então o caixão”, comenta.

O sombriense pede que haja mais cuidado e respeito por parte das autoridades, já que os moradores não podem fazer muita coisa e os crimes estão em um nível preocupante. “Como trata-se de um cemitério onde estão muitos representantes da história do nosso Sombrio, são nossos entes queridos, acredito que as autoridades deveriam olhar com mais carinho para o cemitério e ver uma forma de evitar esse tipo de vandalismo, já que todos os arredores do local são fechados apenas com cercas baixas, por onde é possível entrar e sair por qualquer lado. Então, pessoas mal-intencionadas têm acesso fácil”, reflete Jair.

Jair apela para que as pessoas que têm entes queridos sepultados no cemitério, compareçam ao local para averiguar a situação dos túmulos, já que alguns deles estão cobertos por entulho ou mesmo abertos, e os familiares podem nem saber do que aconteceu. “É importante os familiares virem nos cemitérios e se certificarem de que os túmulos de seus parentes estão intactos, e caso não estejam, tem que fazer como nós, tirar um tempo e realizar os reparos necessários, até porque, nossos entes queridos merecem”, conclui.

Estádio de Meleiro também é alvo de vandalismo

O vandalismo também foi constatado no município de Meleiro. Na noite de segunda-feira, dia 13, o Estádio Ezio Pellegrini sofreu atos de depredação, além do furto de fiações elétricas. O diretor do Departamento Municipal de Esportes, Anderson Venson Dal Pont, revelou que esta é a terceira vez que o local passa por esse tipo de situação, o que causa prejuízos significativos ao município.

O diretor contou que além do furto de fios, lâmpadas e disjuntores, os vândalos quebraram portas, janelas, e outras instalações do local.

Além do furto de fios, lâmpadas e disjuntores, os vândalos quebraram portas, janelas, e outras instalações do estádio ( Fotos: Jornal do Sul )

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui