Milho: preocupação com o clima dita o ritmo das vendas no mercado brasileiro

Canal Rural

O mercado brasileiro de milho teve mais um dia de preços firmes, de estáveis a mais altos. Segundo o analista de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, de maneira geral persiste no mercado a estratégia de retenção por parte dos produtores. “O ritmo de embarques segue bastante positivo, e o risco climático permanece presente na decisão de venda. A movimentação cambial no decorrer da quarta-feira foi mais uma vez errática, com o real desvalorizado próximo ao fechamento da sessão”, comenta.

No Porto de Santos, o preço ficou em R$ 69/72 a saca. No Porto de Paranaguá (PR), o valor foi de R$ 68,50/71 a saca.

No Paraná, a cotação ficou em R$ 65/68 a saca em Cascavel. Em São Paulo, o valor pago foi de R$ 69/71 na Mogiana. Em Campinas CIF, o preço chegou a R$ 72/74 a saca.

No Rio Grande do Sul, o preço ficou em R$ 70/72 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, a cotação foi de R$ 64/66 a saca em Uberlândia. Em Goiás, o preço esteve em R$ 61 – R$ 65 a saca em Rio Verde – CIF. No Mato Grosso, o preço ficou a R$ 58/60 a saca em Rondonópolis.

Chicago

A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o milho fechou a sessão desta quarta-feira, 14, com preços mistos. Os contratos com entregas mais próximas foram sustentados por uma recuperação, levando em conta sinais de boa demanda para o cereal norte-americano. Os exportadores privados norte-americanos reportaram ao Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) a venda de 420.000 toneladas de milho para a China. A entrega está programada para a temporada 2020/21.

O avanço da colheita de milho nos Estados Unidos apareceu como fator de pressão baixista às posições mais distantes. O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) divulgou relatório sobre a evolução da colheita das lavouras de milho. Até 11 de outubro, a área colhida estava em 41%. O mercado esperava 26%. Em igual período do ano passado o número era de 20%. A média para os últimos cinco anos é de 32%. Na semana anterior, o percentual era de 25 pontos.

Os contratos de milho com entrega em dezembro fecharam a US$ 3,96, com alta de 5,25 centavos, ou 1,34%, em relação ao fechamento anterior. A posição março de 2021 fechou a sessão a US$ 4,02 por bushel, ganho de 3,25 centavos de dólar, ou 0,81%, em relação ao fechamento anterior.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui