Webinar promovido pela Unesc debate o
futuro pós-pandemia com lideranças do Sul

Diferentes dados foram apresentados pela Unesc em webinar na noite desta quarta-feira (27/5). O evento virtual reuniu um time de lideranças da Universidade com representantes de entidades da região e os três deputados federais do Sul, Geovânia de Sá, Daniel Freitas e Ricardo Guidi com as principais e atuais informações sobre o cenário, com a finalidade de avaliar as possíveis ações para o direcionamento de estratégias e busca de apoio que possam preparar a região para o período pós-pandemia, desde hoje.

As demandas levantadas ao longo do evento foram avaliadas  pelo grupo representado pela reitora Luciane Bisognin Ceretta; pela pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Gisele Coelho Lopes, responsável pela mediação do encontro; pelo coordenador da Sala dos Municípios, Dorvanil Vieira; pelo coordenador do curso de Ciências Econômicas, Amauri de Souza Porto Júnior; pelos coordenadores do Observatório de Desenvolvimento Socioeconômico, Melissa Watanabe e Thiago Rocha Fabris, e pelo coordenador adjunto do curso de Administração de Empresas, Thiago Francisco.

Eles foram acompanhados dos convidados representantes da Associação Empresarial de Criciúma (Acic), da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), da Câmara de Vereadores e da Prefeitura de Criciúma, Moacir Dagostim, Andrea Gazola Salvalaggio, Claiton Pacheco e Tita Beloli, respectivamente, além dos parlamentares, que puderam pontuar suas ações já realizadas até então e seus posicionamentos perante os assuntos levantados.

‘Prontos para começar hoje’

No encontro a reitora da Unesc lançou de forma oficial a campanha protagonizada pela Instituição ‘O Sul do Estado Pós-pandemia – Prontos para recomeçar hoje’, na qual propõe, a partir deste primeiro webinar, uma série de debates em prol da busca pelas melhores soluções à região. “É, mais do que nunca, o momento de estabelecermos redes solidárias e colocar diferenças, se é que elas existem, muito distantes. Colocamos nossa expertise como academia para avaliar o cenário e colaborar sem medir esforços para a esperada retomada pós-pandemia. Momentos como esse precisam de discussão, de planejamento. Precisamos nos organizar hoje para enfrentar todos os dias as tantas situações que desafiam nossas instituições”, apontou Luciane.

Entre os encaminhamentos necessários para a construção de uma rede forte pelo fortalecimento do Sul de Santa Catarina, a partir das falas e ponderações do time da Universidade, das lideranças das entidades públicas e privadas e na fala dos parlamentares, foram pontuadas questões dentre as quais estão: a criação de linhas de crédito para o pequeno e médio empresário de fácil acesso e flexíveis com períodos de carência; o lançamento de um novo programa nacional de financiamento estudantil, mais flexível, de apoio emergencial a permanência dos estudantes; a atenção aos agricultores por conta do período de estiagem com danos sérios sofridos; a elaboração de planos que foquem no desenvolvimento social e econômico; o financiamento dos tributos federais; o apoio a produção e disponibilização de equipamentos de proteção individual para os trabalhadores de saúde e em variadas empresas e o apoio e fortalecimento ao comércio regional.

Entre as unanimidades: necessidade de unir esforços e encaminhar reformas

Atentos aos dados e panoramas apresentados pelos especialistas do time Unesc, os três deputados federais do Sul de Santa Catarina mais uma vez se comprometeram com a região. Geovânia de Sá, Daniel Freitas e Ricardo Guidi compartilharam seus pontos de vista sobre as situações abordadas e aquilo que pontuam como possíveis soluções.

Para Geovânia, além da importância dos dados elencados pela Universidade e sua atuação frente a políticas de enfrentamento à Covid-19, a palavra que se destaca é a “sensibilidade”. “Essa palavra me chamou muito a atenção e faz todo o sentido para o que estamos vivendo. Precisamos sensibilidade para perceber quais os setores estão mais sofrendo, quem está precisando de mais auxílio, para poder realmente retomar a economia. Além disso, destaco como fundamental importância aquilo que também foi elevando nesse encontro, o trabalho dos três poderes unidos em prol de um único objetivo que é a retomada do crescimento o mais rápido possível”, declarou.

Na visão de Daniel Freitas, a pandemia trouxe ao mundo e, mais especificamente ao Brasil, quatro “ondas”. “São elas ligadas à saúde, depois à economia, à segurança pública, já que a situação está levando também a crises também nesse quesito, e a quarta onda, para qual é nosso foco, que é a retomada da economia. Meus esforços muito voltados a essa questão”, garantiu o deputado.

Conforme Ricardo Guidi, entre as suas prioridades está a busca de recursos para Santa Catarina, como respeito ao Estado, no qual trabalha de forma ainda mais intensa neste período em que a sociedade enfrenta uma calamidade não vista pelo menos nos últimos cem anos. “Frente à essa situação temos trabalhado de forma muito conjunta e percebemos que, de fato, a Unesc é fundamental na recuperação que a nossa região precisa. Nenhuma outra entidade tem o conhecimento que a Universidade possui em relação ao Sul. Desta forma parabenizo por mais essa iniciativa e me coloco à disposição para colaborar com esse esforço coletivo”, comentou.

O webinar contou com a audiência de aproximadamente 1.300 pessoas na transmissão via Unesc TV no Youtube e foi retransmitida pela Rádio Som Maior e pelo Portal 4oito. O vídeo completo no qual é possível acompanhar as falas completas de todos os participantes do encontro ficará disponível para acesso irrestrito na página https://www.youtube.com/channel/UCXS9StZfctFfZxbuzttkIHA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui