Assaltantes de banco fazem reféns e espalham o terror no centro de Criciúma

Criciúma

A madrugada desta terça-feira, dia 1º, foi de tensão para toda a região Sul de Santa Catarina. Em Criciúma, cerca de 30 bandidos, fortemente armados, saquearam a agência do Banco do Brasil, localizada no centro da cidade. Os criminosos danificaram outras agências e estabelecimentos comerciais. Eles usaram explosivos e efetuaram vários disparos de arma de fogo, para intimidar a polícia e a população.
Vídeos e fotos da ação dos bandidos circularam por aplicativos de mensagens e redes sociais, enquanto o crime era cometido. Os criminosos fizeram reféns durante a ação, que iniciou por volta de 11h40min de segunda-feira, dia 30, e terminou por volta das 2 horas desta terça-feira, dia 1º. Um policial militar e um vigilante ficaram feridos. O agente atingido no abdômen passou por cirurgia no Hospital da Unimed. O quadro dele é estável.
Em Tubarão, o túnel do Morro do Formigão, na BR-101, foi interditado com o uso de um caminhão incendiado para evitar que reforços policiais chegassem à Criciúma. O tenente coronel Cristian Dimitri Andrade, comandante da PM de Criciúma, em entrevista a uma rádio local, explicou que ocorreu um tiroteio, que iniciou no 9º Batalhão, na fachada do prédio. “Armas de grosso calibre perfuraram paredes, janelas (…)”, disse. O oficial ainda revelou que um caminhão foi incendiado na frente do Batalhão da PM de Criciúma e que artefato explosivo improvisado foi colocado em volta do prédio do Batalhão”.
Após os bandidos saírem em comboio, por volta das 2 horas, várias pessoas foram para a rua e algumas recolheram parte do dinheiro que foi deixado pelos criminosos, quatro foram presas pela PM. Durante a madrugada cenário era de guerra no centro de Criciúma e muitas cápsulas de fuzil caídas no chão foram encontradas.
Nesta manhã desta terça-feira, o esquadrão antibombas do Bope, de Florianópolis, desarmou supostos explosivos amarrados em postes perto das agências bancárias. As polícias Militar, Civil, Rodoviária Federal e Federal atuam na busca por informações que leve a captura dos criminosos. Todas as equipes de Inteligência das Forças de Segurança Pública do Estado estão trabalhando em conjunto.
A ação repercutiu em todo o país e no mundo, vários sites de notícias estrangeiros publicaram informações do assalto em Criciúma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui