Júri condena homem a 24 anos de prisão pelo crime de feminicídio

Crime ocorreu em dezembro de 2019, em São João do Sul. Mulher foi morta a facadas, na casa onde morava com seu assassino

Homem tentou se matar logo após matar a companheira na casa do casal, ele foi socorrido pelos bombeiros e preso pela PM, sendo escoltado até o hospital

São João do Sul

Santa Rosa do Sul

Sentou no banco dos réus nesta quinta-feira, dia 19, no Fórum da Comarca de Santa Rosa do Sul, Daniel dos Santos, de 43 anos, acusado do crime de feminicídio contra Adriana Cristina Martins, de 35 anos.

No dia 5 de dezembro de 2019, Daniel matou a própria esposa a facadas, na residência onde eles moravam, em São João do Sul, e logo após tentou se matar.

Relembre o crime

No final da tarde do dia 5 de dezembro de 2019, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar foram acionados para se deslocarem no bairro Vila Conceição, marginal da BR 101, para atender uma ocorrência de violência doméstica, onde um homem havia esfaqueado a companheira.

No local, socorristas e policiais encontraram Adriana em óbito, caída no portão da residência, com várias perfurações pelo corpo. A vítima apresentava ferimentos no rosto, perna direita, braço esquerdo, abdômen e peito.

Quando entraram na casa, os policiais militares encontraram Daniel, ele estava com marcas de perfuração de faca no pescoço e abdômen e, segundo testemunhas, teria tentado suicídio após matar a companheira.

Daniel foi socorrido e conduzido pelo Corpo de Bombeiros ao hospital, escoltado pela Pm, pois ele foi preso em flagrante pelo crime de feminicídio.

Sentença

Daniel foi condenado a pena de 24 anos de reclusão em regime fechado, pelo crime de feminicídio, com as agravantes de motivo torpe, meio cruel e meio que dificultou a defesa da vítima. Ele não poderá responder recurso em liberdade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui