Movimento pró-Daniel cresce no PP de Araranguá

Daniel Viriato Afonso pode substituir a candidatura natural do prefeito Mariano Mazzuco Neto em Araranguá

Rolando Christian Coelho, 16/07/2020

Progressistas de Araranguá já avalia seriamente possibilidade de entrar em campo com o presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Daniel Viriato Afonso, como seu candidato a prefeito. Internamente, o prefeito Mariano Mazzuco Neto tem dado cada vez mais a entender que não está afim de uma nova disputa eleitoral. O prefeito tem ciência de que depois de três mandatos como titular do executivo, e de outros dois períodos como vice-prefeito, já não empolga mais o mercado eleitoral como antes, especialmente em tempos de renovação na política. Encerrar sua carreira eleitoral com uma derrota poderia ser um desgosto desnecessário.

Paralelo a isto, Daniel tem demonstrado ter bastante simpatia entre os possíveis aliados, especialmente no que diz respeito ao PDT e ao Podemos, que estão em franca negociação com o Progressistas. Há ressalvas no PT, mas nada que tratativas mais profundas não possam curar.

No resumo da ópera, o que se observa é que o eleitorado, de um modo geral, clama por renovação, e, ainda que dentro de um grupo que comanda o executivo, Daniel acaba se enquadrando neste perfil. O grande problema do Progressistas é que os demais candidatos que postulam o comando da Prefeitura de Araranguá também tem surfado na onda da renovação. Defender a tese de que quem está no poder há quatro anos, e que recentemente já esteve a oito, é a verdadeira novidade, não será tarefa fácil.

Terceira CPI fortalece Scaini

Câmara Municipal de Vereadores de Balneário Arroio do Silva aprovou instalação de uma terceira CPI, que tem como alvo principal o ex-prefeito Evandro Scaini (PSL). Nesta, há a suspeição de que o ex-prefeito tenha dado baixa em dívidas de IPTU de um hotel de propriedade de sua família, enquanto era chefe do executivo. As outras duas tinham como foco supostas irregularidades na compra de medicamentos, e na construção de um ginásio de esportes. Em que pese a suposto empenho dos parlamentares pela moralidade pública, o fato é que o excesso de CPIs contra Evandro soa à perseguição política, o que só faz fortalecê-lo diante das eleições deste ano, quando postulará mais um mandato de prefeito junto aos eleitores locais.

Prefeito de Sombrio aperta cerco contra covid

Prefeito de Sombrio, Zênio Cardoso (MDB), decretou uma série de novas medidas restritivas, de combate a covid-19. Dentre elas, a normativa dando conta de que bares e estabelecimentos similares só poderão funcionar até às 21h. Também estão proibidos jogos dentro de estabelecimentos comerciais do município, a exemplo de cartas, bilhar, dominó, eletrônicos ou similares. No que diz respeito a compras em

mercados, supermercados e atacados, apenas uma pessoa da família poderá efetuá-las. Está proibida, ainda, qualquer forma de aglomeração que não respeite o distanciamento mínimo de um metro e meio entre as pessoas. No embalo, o prefeito determinou a obrigatoriedade do uso de máscara para toda população, excetuando-se, por óbvio, a utilização dentro das residências e nos veículos, quando o motorista estiver sozinho. O infrator das normas estará sujeito a uma multa de R$ 1.154,76.

Vários candidatos estão retornando em 2020

Vários candidatos que já tentaram conquistar o comando de prefeituras em nossa região em eleições passadas, mas não conseguiram, estão de volta ao cenário eleitoral neste ano. Alguns exemplos são César Cesa (MDB) em Araranguá, Kekinha dos Santos (PSDB) em Balneário Gaivota, e Valmir Rodrigues (PP) em Passo de Torres. Interessante observar que vários outros nomes estão sendo lançados meramente para serem fortalecidos para o pleito de 2024. Nestes casos, o candidato sabe que não tem chances de se eleger prefeito neste ano, mas nutre a expectativa de que, em concorrendo agora, ficará em evidência, e com mais chances de vitória, para daqui a quatro anos. Tem lógica. Região está cheia de casos de candidatos que perderam numa eleição e venceram na outra.

Tubarão decreta lockdown a partir de hoje

Prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli (PP), decretou lockdown por nove dias no município. Basicamente, tudo aquilo que não é considerado essencial ficará fechado neste período, a exemplo de lojas, shoppings, salões de beleza e academias. Todos os eventos também estão proibidos, o que inclui os esportivos, religiosos, culturais e políticos. Em princípio, apenas aqueles estabelecimentos considerados essenciais, tais como mercados, padarias e farmácias poderão funcionar durante o lockdown, que, em português, significa literalmente “confinamento”. Na região de Tubarão os casos de covid-19 têm crescido de forma avassaladora. As medidas tomadas por Ponticelli, de certa forma, acabam por colaborar para a contenção da covid-19 também em nossa região, já que estamos todos na mesma mesorregião.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui