Região tem 15 mortos por Covid-19

A primeira vítima fatal do novo coronavírus da Região é uma idosa de 77 anos, de Balneário Gaivota, que faleceu no dia 2 de abril, em um hospital em Criciúma, onde estava internada. O nome da idosa não foi revelado pela Vigilância Sanitária de Balneário Gaivota.

A segunda morte por Covid-19 da Região foi da professora Ana Cláudia Arcenego, de 42 anos, de Sombrio, que estava internada na UTI do HRA e faleceu no dia 11 de abril. Ana Cláudia não tinha histórico de doenças.

No dia 22 de abril, a Região da Amesc registrou sua terceira morte pelo novo coronavírus, de um idoso de 80 anos, de Arroio do Silva, que estava internado há 20 dias no Hospital São José, em Criciúma, morreu em decorrência da doença. Segundo a Vigilância Epidemiológica do município, o idoso possuía problemas cardíacos e a transmissão do vírus foi comunitária.

A quarta morte por Covid-19 da Região foi novamente de Sombrio, e ocorreu no dia 30 de abril. Augusto Machado de Oliveira, de 60 anos, era portador de hipertensão e faleceu na UTI do HRA.
A fotógrafa Dilséia Alexandre Machado, de 49 anos, de Sombrio, é a quinta vítima fatal do novo coronavírus na Região. Desde o final de março, ela estava internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do HRA (Hospital Regional de Araranguá), em coma e faleceu no dia 3 de maio.

Uma mulher de 63 anos, moradora de Araranguá, que estava internada desde o dia 1º de maio no Hospital Regional de Araranguá (HRA), fez o exame para o novo coronavírus no dia 8 e foi a óbito no dia 9 de maio, é a primeira morte por Covid-19 no município. O resultado do exame positivo para a doença chegou na Secretaria Municipal de Saúde no dia 10. A mulher era fumante e tinha comorbidades, como câncer de pulmão e DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica).

No dia 24 de maio faleceu no Hospital Regional de Araranguá (HRA) uma senhora de 90 anos, moradora de Araranguá, que estava internada na unidade desde o dia 13 do mesmo mês. Com este caso, a Região chegou ao número de sete óbitos por Covid-19 em maio.

No dia 23 de junho, uma mulher de 71 anos, moradora de Araranguá, faleceu em um hospital de Criciúma, vítima do novo coronavírus. Segundo a Secretaria de Saúde do Município ela era portadora de cardiopatia crônica. A senhora foi a terceira morte pelo novo coronavírus de Araranguá e oitava da Região.

Um homem, morador de Balneário Gaivota, de 47 anos, sem comorbidades e sem histórico de viagens faleceu dia 26 de junho, vítima do novo coronavírus. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do município de Balneário Gaivota, que revelou que o exame positivo para Covid-19 chegou na manhã do dia 27. Esta foi a nona morte por Covid-19 da Região.

A 10ª morte por Covid-19 da Região foi anunciada no dia 10 de julho pela Secretaria de Saúde de Araranguá, no entanto, o óbito ocorreu no dia 2 do mesmo mês, no Hospital São José, de Criciúma, com suspeita de Covid-19. O exame positivo para a doença só chegou para a Secretaria de Saúde Municipal no dia 9 de julho. Trata-se de um idoso, cardiopata, que morava em Araranguá. Esta foi a 4ª morte pela doença no município.

Balneário Gaivota registrou o terceiro óbito por Covid-19 no dia 3 de julho. O caso é de um morador de Balneário Gaivota que estava internado em UTI de hospital da região, tinha 59 anos e estava hospitalizado há 15 dias. Os familiares que se encontravam em isolamento domiciliar já cumpriram o prazo recomendado pelos protocolos do Ministério da Saúde e receberam alta do isolamento no mesmo dia do óbito do homem de Gaivota. Esta foi a 11ª morte pelo novo coronavírus da Região.

A 12ª morte por Covid-19 da Região é de Jairo Teixeira Colares, de 61 anos, casado e pai de dois filhos. Ele é a quarta vítima do novo coronavírus do município de Sombrio. A Prefeitura de Sombrio informou o óbito por nota na manhã do dia 9 de julho, no entanto Jairo faleceu na noite do dia 8. Ele estava internado na UTI do HRA (Hospital Regional de Araranguá) há 70 dias e não resistiu. Jairo tinha diabetes e pressão alta.

Santa Rosa do Sul teve sua primeira vítima fatal do novo coronavírus no dia 9 de julho, trata-se de um homem de 62 anos, que apresentava diagnóstico de Neoplasia Maligna de Pulmão e Diabetes Mellitus. O mesmo estava sendo acompanhado pelo Unacon em Criciúma e por neurologista, e estava internado desde o dia 5 do mesmo mês. No dia 6 foi realizada a coleta do exame a qual passou para caso suspeito que veio a se confirmar no dia 9, positivo para Covid-19. Ele foi a 13ª morte por Covid-19 na Região.

Na manhã do dia 13 de julho, Isamar Freitas Scussel, de 59 anos, moradora de Araranguá, faleceu, vítima do novo coronavírus. Seu óbito por Covid-19 foi comunicado em rede social pelo seu marido e confirmado pela Secretaria de Saúde de Araranguá. Isamar tinha comorbidades e estava há mais de 40 dias internada, lutando contra a doença.

A Vigilância Epidemiológica de Santa Rosa do Sul recebeu na manhã do dia 15 de julho a confirmação de seu segundo óbito por Covid-19. Trata-se de um homem de 73 anos, que apresentava diagnóstico de enfisema pulmonar. O homem estava internado no HRA (Hospital Regional de Araranguá) desde o dia 4 do mesmo mês, onde foi realizada a coleta do exame a qual passou para caso suspeito, que veio a se confirmar na terça-feira, dia 14, positivo para Covid-19, data em que faleceu. Com mais este caso, a Região passa a ter 15 vítimas fatais do novo coronavírus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui